segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Presos integrantes de quadrilha que planejava assaltar bancos em Codó e Formosa da Serra Negra


Quadrilha presa.
Em operação, no município de Tuntum, a Polícia Civil desarticulou grupo criminoso suspeito de praticar vários assaltos a banco na cidade e adjacências. Quatro homens estão detidos. Segundo a polícia, o bando planejava assaltar agências bancárias em Codó e Formosa da Serra Negra. 

Realizada no sábado (8), a ação integra investigações da Superintendência Especial de Investigação Criminal (SEIC), em execução desde o mês de julho, nestas cidades. A investigação aponta que os quatro presos planejavam assaltos em outros municípios maranhenses e também em cidades do Pará.

“O foco desta operação é a desarticulação de quadrilhas de roubo a banco e demais instituições financeiras. Esse grupo estava articulado para uma série de assaltos a banco, mas foi interceptado pela operação da SEIC e preso. O grupo já é conhecido da polícia e alguns dos integrantes já respondem por este crime”, destaca o titular da SEIC, delegado Armando
Pacheco.

Os integrantes respondiam em liberdade por roubo a banco nas modalidade ‘vapor’ (ou ‘Novo Cangaço’, caracterizada pela violência e instalação de pânico e terror) e ‘sapatinho’ (extorsão mediante sequestro sapatinho), além de terem mandados de prisão em aberto. O grupo tem ligação com o criminoso João Filho, morto em confronto com a polícia, durante operação no dia 30 de julho, em Tuntum.

Na ocasião, a polícia conseguiu evitar assalto na cidade e aprendeu armamento (duas espingardas calibre 12 e um fuzil cal. 5.56, além de várias munições calibres 12 e .40. enterradas no povoado Tabocal) e ‘miguelitos’ (itens pontiagudo jogados na estrada para furar pneus de veículos) que seriam usados em roubo a banco no município de Formosa da Serra Negra. O trabalho foi realizado em conjunto com grupamentos da Segurança do Estado.

Segundo as investigações, João Filho chefiava quadrilha de assalto a banco e era apontado também por diversos crimes de pistolagem na região central do Maranhão. A operação da SEIC contou com apoio da Polícia Militar e Centro Tático Aéreo (CTA).

Do Blog do Gilberto Lima.

domingo, 9 de agosto de 2020

Maranhense de Viana é assassinada pelo ex-namorado em Minas Gerais


Uma jovem de 23 anos, identificada como Beatriz Nunes Andrade, natural de Viana, interior do Maranhão, foi assassinada na cidade de Frutal, interior de Minas Gerais. De acordo com a polícia, o suspeito de ser o autor do crime é o ex-namorado da vítima. O corpo de Beatriz foi encontrado dentro de um carro próximo ao Centro de Controle de Zoonoses, no banco do passageiro, na última quinta-feira (6).

Segundo a polícia, o suspeito e a vítima tiveram um desentendimento na garagem da casa dele antes do crime. O suspeito matou Beatriz com golpes de faca, depois disso, ele teria colocado o corpo dela dentro de um carro que pertencia a ela e deixado em rua de terra deserta, no bairro Progresso.

Ainda segundo a polícia, o suspeito retornou para casa e fez a limpeza do local do crime, assim como da arma utilizada. Manchas no chão e na calçada foram indicadas como resquícios do sangue lavado após o crime. No entanto, ele permaneceu com o celular da vítima.

A polícia de Frutal seguiu as pistas e chegou até o suspeito, efetuando a prisão. A mãe dele também foi presa como co-autora do crime. Conforme a polícia, ela se encontrava no local e disse ter tentado separar a briga, mas não teve sucesso.

Após a morte de Beatriz, a mãe do suspeito permaneceu calada, assumindo todo o caso cerca de 10 horas depois do crime. Após os depoimentos da mãe e do filho foi ratificada as prisões.

sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Mega Operação da Polícia apreende cerca de 700 kg de maconha durante a Operação Mussambê


 

A Polícia Federal deflagrou, no período compreendido entre os dias 27 de julho e 07 de agosto de 2020, uma nova etapa da Operação Muçambê III, objetivando a erradicação de cultivos ilícitos de maconha (Cannabis Sativa)

A ação foi realizada em conjunto com o Centro Tático Aéreo da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão (CTA/SSP/MA) e contou com apoio do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBM/SSP/MA), totalizando, aproximadamente, 70 policiais de diferentes forças de segurança pública.

No Maranhão, a operação se concentrou nos limites da Reserva Biológica do Gurupi com a Reserva Indígena do Caru, nos municípios de Buriticupu e Alto Alegre do Pindaré, bem como nos limites da Terra Indígena Alto Turiaçu, nos municípios de Maracaçumé, Centro do Guilherme, Centro Novo do Maranhão e Cachoeira do Piriá/PA (divisa entre os estados do Maranhão e Pará).

Com a atual fase, foram localizadas e inutilizadas 97 plantações, em uma área de 145 mil metros quadrados, promovendo a erradicação de aproximadamente 350 mil pés de maconha, 60 mil mudas e apreensão de mais de 700kg da droga pronta para o consumo.

Com a ação policial, deixa de entrar no mercado consumidor aproximadamente 150 toneladas de maconha, representando expressiva
diminuição da oferta do entorpecente.
Com o resultado, a Operação Muçambê III tornou-se a maior operação de erradicação de maconha do Estado do Maranhão dos últimos treze anos.

Muçambê é um pequeno arbusto da família das Caparidáceas provido de espinhos nos pecíolos das folhas, ocorrendo nas caatingas dos estados do nordeste.

Blog do Luís Cardoso.

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Comunidades de São Luís recebem asfalto após pedidos de Umbelino Junior



Cerca de cinco bairros da capital maranhense foram asfaltados nos últimos dias, após solicitações do vereador Umbelino Junior (PRTB) ao Poder Público. As demandas chegaram ao parlamentar através de visitas realizadas nas comunidades que motivaram o encaminhamento de requerimentos e ofícios para os órgãos responsáveis.

Uma das primeiras comunidades beneficiadas foi a Vila Sarney, localizada na zona rural de São Luís. Também na mesma região, vias do bairro Pedrinhas receberam a pavimentação, após requerimentos enviados para a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SEMOSP) e ao Prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr. Além disso, ruas do bairro Chácara Brasil, Anjo da Guarda e Sá Viana receberam asfalto, através dos pedidos do parlamentar.

"Estou há bastante tempo solicitando esses serviços essenciais para os bairros da área urbana e rural. Em muitos casos, realizamos mutirões com os moradores. Fico feliz em ver que muitos bairros estão sendo beneficiados, mas sabemos que várias comunidades que pedimos asfalto também precisam de investimentos", avaliou Umbelino.

sábado, 25 de julho de 2020

Após atuação de Umbelino Junior, Lula Fylho deixa Secretaria de Saúde




A Prefeitura de São Luís confirmou a saída da Lula Fylho da Secretaria Municipal de Saúde. Com uma gestão marcada por críticas em torno de sua administração, Lula deixa a pasta após ser investigado pela Polícia Federal por suspeita de superfaturamento na compra de EPI'S e materiais utilizados para combater a pandemia na capital.

As denúncias partiram do vereador Umbelino Junior (PRTB) que levou as informações para Polícia Federal e demais órgãos. O vereador realizou fiscalizações nas dependências da saúde e constatou várias irregularidades.

RELEMBRE O CASO:

Sete fiscalizações foram feitas pelo vereador Umbelino Junior (PRTB) em dependências administradas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), após o parlamentar receber diversas denúncias de profissionais da saúde que criticaram a falta de equipamentos de proteção individual nas unidades hospitalares da capital maranhense.

Em pelo menos dois hospitais, foram registrados pelo próprio parlamentar a baixa resistência dos materiais utilizados pelos técnicos e enfermeiros. A reclamação motivou Umbelino a vistoriar o almoxarifado da Secretaria da Saúde, localizado na BR 135. No local, funcionários tentaram impedir a entrada do parlamentar que foi obrigado a acionar a Polícia Militar para desempenhar o trabalho como fiscalizador do Poder Público.

DENÚNCIAS:

Durante a vistoria, Umbelino verificou que no estoque haviam cerca de 45 mil unidades de máscara N95, aproximadamente 59 mil máscaras cirúrgica descartável e 2.725 aventais impermeáveis. O que chama atenção é que após o município decretar situação de calamidade pública, pelo menos dois contratos foram firmados para a compra de materiais numa grande quantidade que até o momento não chegou no local.

Segundo o levantamento, as empresas deveriam fornecer no mês de abril, 320 mil máscaras entretanto, conforme planilha demonstrativa apresentada pelo funcionário da terceirizada, nos meses de abril e maio deste ano, foram recebidas 67.524 máscaras, assim restam pendentes as entregas de 252.477 unidades de máscaras.


VEREADOR DENUNCIA EMPRESA SEM SEDE ADEQUADA

Umbelino também analisou os contratos firmados pelo município. Segundo informações divulgadas pelo Portal da Transparência, consta a contratação da empresa PRECISION SOLUÇÕES EM DIAGNÓSTICOS LTDA, onde o contrato firmado n° 100/2020 confirma a compra de 270 mil unidades de máscara cirúrgica descartável tripla, filtragem superior a 95% em não tecido, o valor total dos materiais adquiridos chega a R$ 2.673.000,00.

No mesmo contrato, a descrição indica que a empresa está localizada na Rua 04, quadra 03, n° 15, conjunto Habitacional Vinhais, mas no local não há nenhuma instituição ou placa indicando a existência de alguma empresa.

Diante dessas informações, o vereador afirma que irá acionar os demais órgãos fiscalizadores para investigar as denúncias e formular um pedido de impeachment do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr e a saída de Lula Fylho da Secretaria Municipal de Saúde.

"Irei dar entrada na Câmara Municipal de São Luís em um pedido de impeachment do prefeito de São Luís e a saída do Secretário. Estamos num momento crítico, delicado onde vidas estão se perdendo e o que estamos constatando é que o dinheiro público não está sendo aplicado. Nossa população precisa ser respeitada, a saúde tem que ser levada a sério e não iremos parar", afirmou Umbelino Junior.

Mais visitadas