segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Homens são amarrados e deixados para morrer em ônibus em Capitão Poço




.


Imagens chocantes mostram vítimas feridas - alguns ainda lutando pela vida - com mãos e pés amarrados


Imagens chocantes de homens ensanguentados, amarrados e agonizando em um ônibus no município de Capitão Poço, no Pará, foram amplamente divulgadas em aplicativos de mensagens instantâneas nesta terça-feira (19). Três homens - um adulto e dois adolescentes - foram feridos e deixados para morrer em um ônibus que fora abandonado em um terreno baldio, nas proximidades do residencial Goiânia.


O veículo chamou atenção de populares e da Polícia. Ao entrarem no ônibus, curiosos e autoridades viram a triste cena: duas das vítimas - aparentemente sufocadas também pelo próprio sangue - aparecem lutando pela própria vida com o rosto colado ao chão do veículo e com mãos e pés amarrados. O crime teria ocorrido no final da manhã, na cidade do nordeste paraense. Ao que tudo indica, as vítimas parecem ter sido feridas por disparos de arma de fogo.Em nota, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Capitão Poço, confirmou que uma ocorrência de Homicídio Doloso foi registrada no município. Após o resgate, um dos adolescentes veio a óbito durante o atendimento médico. Outros dois rapazes foram socorridos e encaminhados para a capital paraense. 


Feridas, vítimas foram amarradas e deixadas em chão de ônibus abandonadoFeridas, vítimas foram amarradas e deixadas em chão de ônibus abandonado (Reprodução)Durante as buscas no veículo, foram encontradas cápsulas de armas de fogo que devem auxiliar nas investigações.Até o momento, não há informações do que teria sido a motivação do crime. Há a hipótese, ainda não confirmada, de que seria uma retaliação a outro caso chocante ocorrido na cidade: duas mulheres foram assassinadas a facadas na noite desta segunda-feira (18).O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil local, com apoio da Coordenadoria de operações especiais, Diretoria de polícia especializada, Diretoria de polícia do interior e policiais da superintendência da 6ª RISP-Caeté.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas