quarta-feira, 2 de junho de 2021

Prefeito e aliados decepcionam os enfermeiros e técnicos de enfermagem de Santa Luzia do Paruá ao rejeitarem projeto pela redução na carga horária de trabalho que é de autoria do Vereador Dr. Gean





Tem dado para perceber que as homenagens prestadas por alguns políticos aos profissionais de enfermagem na luta contra o Covid, não passa de hipocrisia. O melhor exemplo desta triste verdade é o que a Prefeitura e a Câmara vem fazendo com o Projeto de Lei n' 001/2021 de autoria do vereador , que, à exemplo de outros políticos no Brasil, pretendia valorizar esses guerreiros na saúde.


Usando os pretextos de “inadequação” no projeto de lei, já que o mesmo propunha reduzir a carga horárias de 40 para 30 hs., não só dos enfermeiros, mas também de técnicos e auxiliares em enfermagem, os vereadores das comissões REJEITARAM O PROJETO na última sessão do dia 28 de maio. Ocorre que mesmo corrigido pelo vereador, o mesmo foi barrado na manhã desta terça-feira (01), por um placar vergonhoso, por isso não seguirá para votação em plenário na próxima sexta. Para alguns vereadores, as suas falsas homenagens transformaram-se em traição a categoria. 

 

Para concluir, os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem foram abandonados pela gestão do Prefeito Vilson Ferraz (que controla a Câmara), pois se o projeto é viável, não incha o orçamento, abriria mais vaga de emprego, está compatível com a constitucionalidade jurídica e os vereadores se dizem está do lado  do povo, então porque eles não aprovaram tal projeto de lei nas comissões? A resposta fica com você!


O resultado global das votações foi o seguinte na Comissão de Constituição e Justiça e na Comissão de Orçamento, Saúde e Educação: 

VOTARAM CONTRA O PROJETO, o Dez Anos, Ribal, Josué Borges e Newtinho. VOTARAM A FAVOR a Andyara e o Alex Durans. A Vereadora Beth, que era presidente da CCJ, se absteve e foi substituída pelo Josué Borges e o Vereador Carlos Alberto faltou a votação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas